Criação de site, loja virtual ou página de venda

A construção de um site, blog ou loja virtual envolve características particulares, pois varia conforme a atividade, o tipo de negócio, produto ou serviço e o público que você pretende atrair para obter resultados.

Quando se fala de uma plataforma para a criação de sites como o WordPress, estamos falando da melhor e mais reconhecida plataforma para gerenciamento de conteúdo disponível, presente em 42% dos sites do planeta.

Ela é open source, ou seja, é gratuita e permanentemente aperfeiçoada por colaboradores entusiasmados do mundo todo. Além disso, conta com milhares de plugins disponíveis que adicionam diversas e variadas funcionalidades.

Para realizar um trabalho de excelência, tenho que estar sempre estudando e me atualizando com as tecnologias e tendências mais recentes relacionadas ao design e à construção de sites, assim como às estratégias de comunicação online. E eu gosto disso.

Porém, preciso de conhecimentos que vão além, para ajudar você a materializar seus objetivos e idéias na prática.

O que leva ao êxito de um site, blog ou loja virtual?

Clareza de propósito e objetivos, conhecer seu público alvo (a quem chamamos de personas ), ter uma estratégia bem concebida e planejada, fazer a gestão da produção de conteúdos, possuir bom design da interface e da experiência para o usuário.

A isso podemos adicionar integração com E-mail Marketing e Redes Sociais, além de Google e YouTube, para ficar nas principais.

O que é efêmero será esquecido, mas o que é único ficará na memória.

Todo site profissional deve ter uma hospedagem premium com manutenção regular, afastando o risco de lentidão, falhas e hackers, além de permitir ajustes, testes, backups e alterações de todo tipo ao longo do tempo.

O que você precisa? Site, blog ou loja virtual?

Como se inserir no mundo digital e colher os benefícios que se pretende, adquirindo longevidade online?

Começando pelo blog

Muitas pessoas começaram um blog pessoal sem muitas pretensões, focados em algum assunto específico, como por exemplo o mundo do bebê, celulares e tecnologias mobile, alimentação e saúde, beleza e estética, moda e tendências, auto conhecimento, astrologia e por aí vai, a lista não acaba.

De repente, quando se deram conta, tornaram-se relevantes e concorridos, com alta visitação, demandando cada vez mais conteúdos do interesse dos usuários e despertando a atenção de anunciantes interessados no público que você atinge, permitindo assim a monetização, com ganhos que podem se tornar expressivos. Exemplos não faltam.

Quando falamos de um blog falamos de conteúdos dinâmicos, artigos bem escritos e ilustrados, otimizados para os mecanismos de pesquisa como o Google, além de vídeos, menção a referências, resultantes de pesquisa aprofundada. Após seus conteúdos serem postados e compartilhados com seu público de forma regular, sua autoridade vai aumentar e atrair o tráfego de assinantes interessados e leais.

Por meio dos comentários e do engajamento que vai acontecer nos artigos do blog ou em suas redes sociais, você poderá captar insights e feed backs valiosos para gerar novas idéias de conteúdos que atendam as necessidades do seu público, para poder explorá-las e, com isso, obter resultados.

Se os conteúdos oferecidos forem de alta qualidade, farão a diferença na vida de muitas pessoas. E fazer a diferença na vida de alguém, com aquilo que você publica, é o que vai determinar seu êxito.

E um site, como funciona?

O que diferencia um site de um blog é o fato dele ser constituído de páginas fixas, que falarão de você ou do seu negócio, mostrarão um portfólio de trabalhos realizados, dos serviços que você presta, dos produtos que vende, mostrando depoimentos que provam sua autoridade em seu ramo de atividade ou campo de atuação.

É diferente de um blog, que é constituído principalmente por artigos, vídeos e ações dinâmicas que visam engajamento e versam sobre temas específicos a serem explorados.

Um site vai sobreviver e trazer resultado em função da experiência que ofereça aos usuários, da estratégia de comunicação e dos produtos ou serviços que ofereça, onde o foco é a sua atividade ou negócio e não a produção de conteúdo contínuo.

Mas todo site pode e até deve possuir uma página de blog, pois é uma forma de atrair potenciais clientes na medida em que ofereça assuntos relacionados às necessidades que eles têm e às quais você ofereça seu serviço ou produto como solução.

E quanto à loja virtual?

O módulo de ecommerce do WordPress (que se chama Woocommerce), é uma ferramenta acessível, versátil e flexível, ideal para colocar uma loja virtual online funcionando rapidamente, com recursos úteis, que vão do básico ao avançado.

Uma loja virtual funciona bem para quem se foca em um nicho específico de produtos ou serviços diferenciados, pois evitará competir com uma enorme quantidade de lojas que vendem as mesmas coisas por aí. Caso contrário, a briga de preços torna-se uma realidade penosa, pelas baixas margens de lucro resultantes de uma competição excessiva, só se justificando para quem comercializa grandes volumes.

A única certeza na vida é a de que se a gente não colocar uma boa idéia em prática, ela nunca passará de uma boa idéia.

Portanto, a oportunidade que uma loja virtual oferece a quem se foca em um nicho específico não deve ser menosprezada jamais. São inúmeros os exemplos de pessoas que tinham alguma coisa legal e diferente para oferecer ao mercado e quando entraram para vender online se surpreenderam com as possibilidades que surgiram.

Os 10 passos até ter seu site, blog ou loja virtual funcionando

  1. Sessão de Descoberta e Briefing do Projeto a ser Desenvolvido
  2. Definir Propósito, Metas, Personas e Planejar sua Estratégia Digital
  3. Planejar e Produzir Conteúdos para o Site e para os Canais Digitais que Interessam
  4. Criar Mapa do Site com Categorias, Menus e Páginas Principais
  5. Registrar Domínio, Configurar Hospedagem e Instalar o WordPress
  6. Carregar Conteúdos no Site e Configurar Google Analytics e Seach Console
  7. Otimizar o Site para Mecanismos de Busca (SEO) e dispositivos
  8. Configurar Redes Sociais, YouTube, E-mail Marketing e Google Meu Negócio
  9. Contratar o Plano de Manutenção e Gestão do Site
  10. Iniciar seu Marketing Digital Promovendo Ações nos Canais Adequados

Atendimento e serviços que encantam. Quem não gosta?

Há um ponto que pode fazer toda a diferença, e este ponto é o atendimento e nível dos serviços que você vai oferecer ao seu cliente, pois muitos se dispõem a pagar mais para quem os tratar melhor.

O que você pode não saber, mas é uma oportunidade

Uma vez criado um site ou um blog, ambos possuem a possibilidade de realizar transações de venda online sem necessariamente precisar instalar o módulo de loja virtual. Geralmente é comum a gente considerar como loja virtual apenas aquela de varejo que vende produtos físicos, que compramos e recebemos.

Mas essa realidade foi expandida com as plataformas de pagamento como Paypal, PagSeguro, Stripe e outras. Hoje vende-se consultoria online, atendimento médico remoto, cursos, aulas, treinamentos, ebooks digitais, aplicativos por assinatura e mais uma lista interminável de coisas.

Ou seja, em geral uma loja virtual é vista como um varejo online, digamos assim, mas a verdade é que qualquer coisa pode ser vendida online, por meio da avançada tecnologia das plataformas de pagamento, que lhe permitem colocar links de pagamentos em botões estrategicamente posicionados.

Com essa funcionalidade, diversos tipos de transação de venda podem ser realizadas online sem a necessidade de configurar um módulo de loja virtual propriamente dito, como mencionei mais acima.

Se você se animou e está acreditando que pode construir seu lugar no mundo digital e a partir dele percorrer um caminho interessante e próspero, você está pensando certo. Vamos colocar foco e energia em seu projeto?

Dê o primeiro passo agora mesmo.

Visualizações: 4

Reunião gratuita de 30 minutos

Quer dar o passo que falta para construir sua presença digital online, mas não sabe por onde começar? Vamos conversar sobre sua necessidade ou projeto!